quarta-feira, 20 de abril de 2011

MANSÃO VIDA


Curta Memória de um interno

Cheguei à “Mansão Vida”, Clinica de Internação Psiquiátrica próximo a Santo Antonio do Descoberto-GO, aturdido.
Nem vida nem mansão foram observadas por dois dias. Um trauma, tipo coma, ofertado por um remédio violento, tipo sossega-leão, de nome Haldol, amorteceu meu ser e até me fez ver monstruosidades. É um hipnótico sem precedentes.
Sou um bipolar assumido que se julgou prejudicado renal com os metais de lítio e caí na tentação de não usar o Carbonato de Lítio por uns tempos. Moral: A crise de pinéu veio forte e nem cheguei a checar os rins.
Não é fácil se posicionar com o que enfrentamos em internações como confinamento e ordens várias, retenções, isolamento, camisa de força e ainda vislumbra-se ser um ofício do bem em que a própria família “enfiou” ou “confiou” naquela instituição.
À primeira monta ouvi dizer que tal Ester, uma enfermeira, é a dona da Clínica que conta ainda com uma parceria com certa “Comunidade”, onde usuários químicos dependentes revolvem a terra em busca de hortifrutigranjeiros para a alimentação em geral. Ainda assim a diária gira em torno de quatrocentos reais.
A bebida, a droga e os fármacos são quase que uma luta perdida... Noutros cantos, porém não ali com bons índices positivos.
Dona Ester eu não conheço, mas é o esteio desta grande obra. Mil pães são consumidos diariamente – Seria um cesto de Jesus?
Este trabalho envolve recuperação, equilíbrio, superação de pessoas conectadas a células já mortas cerebrais.
Pessoas que são supostos justos na sociedade se ofereceriam para tiro de misericórdia a tais pacientes.
Lendo alguns recortes na administração do Santo Complexo, li algumas palavras alusivas à Ester Mansão. É uma cidadã honorária em várias câmaras legislativas e com louvor abonado por instituições de peso como SENAI, por exemplo.
Outra Ester, a Bíblica, foi uma judia que salvou seu povo da escravidão e ainda destronou a rainha Vasti. Por uma ironia talvez, uma mesma Vasti da atualidade, não sei bem se Pastor ou Pastora Evangélica, encerrou uma placa da nossa “Ester Vida” mostrando toda a sua grandeza: Ester Giraldi Dias, com certeza Ester Giraldi “Pancada”, mas uma mão maior repousa sobre seus dias.
Não deve ter muito tempo e nem umbigo para homenagens, mas o testemunho de vida é que transforma outras vidas. Estereotipada com o extermínio do mal, busca forças externas. Ester, enfermeira de cunho doce e servil, atende com mansidão. Seu campo de trabalho é de grande messe e me inspira a que também façamos o mesmo noutras paragens. A esterilidade do pó que leva ao pó custa muito caro, lágrimas sem fim e dor sem volta.
Saber como este trabalho é mister é como conhecer um pouco dos mistérios divinos.
Ester é o esterco da semente do amor.
Ainda assim forcei minha alta de tal Manicômio!

75 comentários:

Anônimo disse...

Oi amigo. Eu me internei na mansão vida em 2010. Fiquei de abril a junho, porém por pura e expontânea vontade ficaria muito mais. Fui embora porque recebi alta - mas isso não me impediria de ficar! - mas sim outros motivos pessoais que me fizeram escolhe o mundo aqui de fora.
Conheci pessoas ótimas, fui muito bem tratada pela equipe e tive experiências incríveis, aprendi e amadureci muito. Sou muito grata por tudo o que vivi lá. Infelizmente acho que sou uma das únicas pessoas que realmente gostou e soube aproveitar todo o tratamento que a Mansão tinha para oferecer. Mas também sou mulher e fui internada por conta própria, escolha minha. O tratamento com as mulheres, pelo que percebi, é mais suave, menos repressivo talvez. Não sei se essa é a palavra certa. Depressão e ansiedade foi meu diagnóstico. Saí curada e feliz. Sempre sinto falta de lá. Queria conversar com você, bater papo, sei lá. Está disposta? Sem intenção alguma a não ser pura amizade ou coleguismo. Tenho 30 anos. Tudo de bom pra você! Lah

Anônimo disse...

A clínica Mansão vida, é tudo, menos referencial em tratamento psiquiátrico. Internação é a última opção para pessoas que possuem problemas mentais.Postura defendida por muitos médicos e psicólogos. Mas na Mansão Vida, você é dopado mesmo, afastado quase completamente do convívio social e quando volta para o mundo aqui fora tem dificuldade de adaptação, justamente porquê este lado de reinserção social não é estimulado sequer nas visitas ou outros meios de contato.

Anônimo disse...

Para mim esta clinica é o que mais tem de completo estou muito feliz com o meu tratamento.

Abraços

Anônimo disse...

Bom a Mansão vida e uma Clinica umanizada... passei 2 semans tendo contato diretamente com alguns pasciente e não tenho o que reclamar. Parabéns a todos que se enternou e quis a cura .porque não é a clinica que cura ninguém,e o querer de cada um ser curado, e a força de vontade de cada um de vocês.felicidades para todos que tem fé e quer. e lembre-se e só querer .....

Jaqueline disse...

Caro Anônimo que deixou seu depoimento no dia 14/11/11 às 16:03, certamente vc não teria mesmo do que reclamar e do por que reclamar, pois lá há pacientes que possuem uma melhor ortografia do que vc, como por exemplo um paciente autista de 28 anos cujo não acho necessário citar nomes. Passei um final de semana visitando a instituição, porém não posso afirmar que eles são bem cuidados. Só quem sabe disso é quem esteve internado para tratamento.

Anônimo disse...

meu marido foi internado no ultimo fds involuntariamente. apreciaria receber mais noticias sobre a clinica

Anônimo disse...

Olá. Gostaria de saber como foi feita a internação de seu marido e como está indo. Estou com um familiar com indicação, mas estou assustada com o que li, apesar de ter tido boas recomendações do médico psiquiatra que nos acompanha.

Anônimo disse...

Tive uma boa recomendação no entanto ao pesquisar tenho visto coisas terriveis sobre lá, gostaria de enternar minha mae, no entanto para cuidaar e nao amltrata-la, precisod e mais informações! Obrigada

Anônimo disse...

foi a experincia mais horrivel que passei em minha vida.nao vejo como tratamento,e sim como fins lucrativos.procuram segurar o paciente o maximo de tempo,principalmente quem paga em dinheiro. os pacientes que quebram as regras são punidos,amarrados,contidos,e sedados,com fortes doses de HF injetavel. a comida é pessima,embora alimente os funcionarios,alojamentos desconfortaveis,todo tipo de pessoa junta,idosos,jovens,e assacinos,estupradores,comprindo pena em tratamento.é lamentavel a conduta desta instituição.a grosseria ao qual a dona ester propietaria da clinica trata os pacientes,uma vez colocados ali,maioria das vezes esquecidos pela familia.sem falar que muitas vezes sao obrigados a ingerir medicações que nao estao preescritas no prontuario. os pacientes passam a maior parte do tempo circulando em um pequeno patio principal.quando vc pergunta qual a finalidade do seu tratamento,nao lhes respondem,na maioria das vezes a infermagem e funcionarios nem sabem pq vc esta ali,provavelmente pq alguem ou colocou. todos os tratamentos sao de diagnostico de 45 dias,podendo ser prolongados.vc nao pode ter contato nenhuma com nenhum tipo de altoridade.sendo que na guarita principal um policial militar trabalha por fora,com uniforme da policia de goias,nao sei se isso é certo,acredito que nao.fumantes circulamlivremente entre nao fumantes.jogos insurpotaveis de ,domino,damas,tabuleiros,chegam a incomodar durante todo dia,sendo uma forma de passa tempo entre pacientes e funcionarios. em dias de jogos de futebou,pacientes utilizao camisas de time de futebol,assintem ao jogos dentro da clinica na presença de pacientes.muitas coisas insuportaveis acontecem ali.a higiente tbm nao é muito boa.quando agente sai da clinica,é um alivio tao grande,que agente acabaq desistindo de correr atraz,e processar a instuituição.foi muito traumatico tive 3 internações por surto psicotico.

Anônimo disse...

não acho a clinica ruim, muito pelo contrario e muito bem cuidada com alimentação adequada cafe da manha contendo sucos frutass iorgute e pães, almoço, sobremesa. lanche da tarde e jantar gostei muito de conhecer a mansão e acho que eles faz um otimo trabalho, as vezes dopam mesmo o paciente, mas eu te faço uma percunta você ja viu um picicotico em um surto? poi e ne vai conversar com ele pra ver se ele esculta, e nescessario cerca de 5 pessoas altamente trenada pra conseguir segurar uma paciente en surto. acho que as pessoas que estão aq reclamando da mansão não conseguiu aderir ao tratamento, então essa e uma desculpa colocar culpa na clinica.

Anônimo disse...

Meu filho mais velho apresentou os sitomas de esquisofrênia aos vinte anos, hoje ele ta com 28 anos. No nicio foi dificil, mas foi preciso a internação para identificar qual era o problema .
Ele foi atendido pela Mansão Vida me lembro bem pela Dra. Barbara, e foi ai que recebemos as instruções de como cuidar da doença.
Ele ficou internado uns vinte dias e saiu pronto a cooperar com a gente no sentido de tomar a medicação corretamente.
Ele começou a tomar o respiridona e Akineton, hoje ja houve progresso na medicação e ele toma o Geodon 80mg 2 comprimidos ao dia.
O Geodon é completo deve ser tomado com alimentos , meu filho toma um de manha e um a noite. achei melhor assim pois e mais seguro que a da noite faz ele ter uma boa noite de sono.
Com esa nova medicação não vi ele reclamar mais de dor no corpo ou qualquer outra coisa.A medicação é cara ,mas ja esta sendo libera pelo farmácia de Altocusto do Governo.
Cuido do meu filho em casa dou a medicação de manha e ja sei que ele vai ficar bem, ai posso sair para trabalhar, e quando chego a noite faço a mesma coisa. é uma luta diária mas compensa. nunca mais foi preciso interna-lo.
As vezes ele passa for fases que não quer tomar a medicação, falando que não precisa mais dela, mas ele toma sem saber, porque coloco a medição no suco , no cafe , ou mesmo no capuccino que ele gosta. A falta da medicação um dia , ja faz ele ficar ansioso e descontrolado ou mesmo desconcentrado e andando muito dentro de casa e ate falar sozinho com amigos imaginários. Eu soube que ja estão fabricando uma injeção que vai substituir esses remedios e que deve ser tomada uma vez no mes.. O Palmitato de Paliperidona. O custo é quase igual ao Geodon, e logo que ja tiver liberado na farmácia do Governo vou entrar com o pedido para mudar.essa injeção é quase uma cura.Não tenho o que reclamar da Clinica.
Não tenho o que reclamar da clinica.

Anônimo disse...

gostaria de ter informação sobre essa clinica ou e um hospicios desfasado??? parece q os anonimos deve ser fucionarios dando depoimentos.

Anônimo disse...

ola tem uma amiga enternada la, queria saber como funciona as coisas la, dia de visita, telefones, e se realmente o tratamento é bom pois a diaria é muito cara

Anônimo disse...

A Mansão Vida é com certeza o que há de pior em tratamento psiquiátrico. A responsável pela clínica é uma senhora que diz ser enfermeira psiquiátrica. Infelizamente esta instituição tem convênio com o Exército Brasileiro, dentre outras empresas governamentais. No caso do Exército é triste, pois muitos que não suportam a humilhação no quartel, são mandados para lá em situação lamentável. Estive internado na clínica para tratamento de um transtorno simples, por iniciativa própria, porém quase não consegui sair. É impossível passar pela referida clínica sem seqüelas. Profissionais mal preparados, administração de drogas indiscriminadas e ausência do poder público são os referenciais que pude perceber na referida "clínica", se é que podemos chamar esta coisa de clínica. A referida enfermeira, não sei se é Esther, é um estherlionato ambulante. (apesar de movimentar-se com muita dificuldade, pois a infeliz ainda é gorda). JAMAIS CONFIE UM FAMILIAR SEU A ESTA VERGONHOSA CLÍNICA, pois pelo que vi lá não é difícil que um ex-internado venha a suicidar-se (só pelo desgosto vivido nesta lastimável clínica). Lá são colocados todos os tipos de pacientes juntos: viciados em droga, alcoólatras, esquizofrênicos, doentes mentais homicidas, pedófilos, HIV positivo dentre outros. Quando estive lá, havia um rapaz que matou a mãe com um machado (caminhava normalmente no meio dos outros).

Anônimo disse...

gente q alunaabsurdo sou

Anônimo disse...

como é a rotina das pessoas q eu internam, elas podems sair nso fds, receber familiares, que horas acordam e dormem e o q fazem la?e quanto tempo em media as pessoas ficam la no maximo 40 dias?

Anônimo disse...

boa tarde todos voces que falam tão mal da clinica é serio mesmo estamos precisando interna uma pessaoa mas com essas condição não tem como preciso muito de opinão verdadeiras

Anônimo disse...

Minha mãe já ficou internada nessa clínica e, sinceramennte foi o pior lugar que já vi na vida. Eles dopam as pessoas, parecem zumbis, olhando para o nada vendo o tempo passar. Além disso, é de total procedência a falta de organização, ficam todos juntos, drogados, viciados, malucos homicidas, etc. Essa informação procede. Minha mãe somente foi melhorar após pegarmos firmes em medicações e bons psiquiatras, antes dopada em casa sob nossos cuidados à Mansão Morte. Interessante que após a´nos de tentativa apenas um medicamento a ajudou, ela está ótima, que é o Melleril e Amplictil. Portanto, a internação deve ser feita em casa mesmo. Procurem meios de ajudar os seus familiares, pois somente o amor é capaz de venncer.

Anônimo disse...

Querida mãe que tem um filho com esquizofrenia, espero que o mesmo esteja bem. Gostaria de saber se ele já esta tomando o Palmitato de Paliperidona e se está fazendo efeito, pois tenho um irmão que está na Mansão Vida e estou muito angustiada com os relatos aqui postados. Realmente creio não ser um bom lugar, mas infelizmente aqui em Brasília não temos instituição de qualidade. Meu irmão não aceita medicamento finge que toma e joga fora, tentamos tratamento aqui fora, mas ele some no dia da consulta, restou-nos interná-lo contra a vontade, somente até a medicação começar a fazer efeito e podermos continuar o tratamento aqui fora. Ele está na Mansão Vida há 18 dias já fui lá 3 vezes e toda vez ele me pede para tirá-lo de lá, depois desses relatos estou quase que decidida a fazer a vontade dele, mas não sei se é o melhor pra ele. Irei acionar o MP a fim de fazerem uma visita por lá. Aguardo resposta quanto à medicação.
Que Deus nos ilumine.

Aristeu disse...

Olha, último postador, qualquer quadro de alienação, moderada ou não, leva um tempo para o corpo assimilar medicações e responder às melhoras. Eu já fui internado, ao longo da minha vida, cerca de 12 vezes. Enquanto eu não aprendi ou me convenci que era doente qualquer tratamento não foi eficaz. Já fui amarrado, trancado e dopado ao ponto de não conseguir alimentar-me sozinho. Quando estamos fora da razão os dias ficam mais longos e qualquer aproximação parece ser inimiga. Existem duas fazes. Uma a gente acha que tudo está contra a gente, inclusive quem ama e não tira deste calabouço. Outra, também desconsertada, é achar que todos nos amam. Não dá pra sair de crise num estalar de dedos. A Clínica Mansão Vida, eu autor deste Blog, tive uma passagem de um mês por lá, razão deste relato, porque deixei a medicação que deve ser perene. Eu a deixei porque, com forte dores renais, achava que o Lítio estivesse maltratando meus rins. Não estava e principiei uma crise que só foi passar com um mês de internação. Talvez não seja a melhor, mas é o que se tem, pois não há quem queira lucrar com um trabalho tão árduo. Dê tempo. Confie no que se dispõe. O melhor tratamento que existe é na USP, inclusive, utilizam do ECT, ou seja, eletro-choque para estimular fisicamente partes de nosso cérebro, porém, na atualidade, muito diferente dos choques antigos, pois são sob controle mínimo localizado e com aplicação de sedativos. Tranquilize seu coração e tenha fé de que está fazendo o melhor e por amor.

Anônimo disse...

No último dia 25 tive que trancar meu coração na gaveta e jogar a chave fora.Tendo que internar meu marido,companheiro de tantos anos,o pilar da minha família,nesta clínica que alguns falam mal outros apaziguam...A impressão que tive ao visitar a mesma foi de alivio e ou segurança,pois os profissionais que lá atendem Psiquiatras,enfermeiros entre outros funcionarios me pareceram pessoas óbvias...Ou seja quando estamos fragílizados tudo o que ouvimos talvés pareça o fim.Mas as coisas não são bem assim,temos que querer pois querer é poder,aceitar o tratamento que é díficil,demorado.É isso que temos que ter em mente:Que não importa o tempo o resultado que é importante...Meu esposo é alcoólatra á mais de 20 anos vem tentando parar sozinho há 3 meses,mas não consegue,vinha tendo,calafrios,delirios,aceleração do coração,entre outras coisas...Estive lá há 2 dias,ele está ciente do tratamento,não tem pressa p/ir embora,quer ficar bom,não reclamou,pelo contrário áte elogiou...

Anônimo disse...

Quero parabenizar a Mansão Vida,Sra Ester,e funcionarios,são otimas pessoas,os que falam mal porque são imbecis,bando de doentes que amam as drogas e o crime,Fui otimamente tratado com respeito e carinho por esta linda equipe,meus parabens a mansao vida,a esta guerreira Senhora destemida ESTER GIRALDI.
E Voce imbecil vá se tratar,ou vai morrer rapidinho,ou o presídio te espera.

Anônimo disse...



Conheço a Mansão Vida e os profissionais que trabalham aqui. A percepecção de cada um é individual. Gostei muito do tratamento profissional oferecido. Tem que se ter conhecimento, doação, profissionalismo para segurar o paciente em crise e os pacientes sem LIMITES que não aceitam regras.
Parabéns Dra, Ester pelo acolhimento e tratamento as pessoas em sofrimento. Muitos lhe agradecem e reconhecem sua dedicação a esta causa tão dificil.

Anônimo disse...

"Que trabalham aqui..."??? Bom, a clínica definitivamente não é boa para tratamento de dependentes químicos, me parece ser boa para doenças psiquiátricas. O maior problema que vejo é na mistura de variados tipos de distúrbios, inclusive como o citado por um interno, de soros positivos a criminosos cumprindo internações judiciais com pacientes para casos mais simples. A truculência só é revelada para os pacientes, jamais para os familiares, não há exames com dermatologistas para se usar a piscina, as punições são severas e existe um lugar, uma casa estranha onde ninguém tem acesso, para onde os pacientes são levados quando precisam ser castigados. A noite só se ouve o lamento desses pacientes. É um ambiente macabro e apesar de ter muita gente boa com boas intenções trabalhando lá, a clínica também possui seus monstros de plantão. O ambiente é horrível, apesar das aparências parecerem boas. O julgamento, claro, depende do referencial. Jamais internaria um familiar meu lá. Existem diversas clínicas mais eficientes para dependência química que a Mansão Vida. Outra coisa grave que vi é que Dona Ester mente ao dizer que sua clínica recupera 67% dos seus pacientes, isso de fato é uma mentira e ela não possui tais dados para essa afirmação leviana.

Anônimo disse...

Eu fui internado lá involuntariamente, e por isso eu estava P da vida. Desci do carro, e lá estava a Dona Ester. Bom dia, ela me disse. Eu respondi: bom dia é o caralho! Ela virou pro enfermeiro e falou desce ele lá pra(ñ lembro o nome, mas era aquele ultimo dormitório lá embaixo) e da tantos ml de haldol pra ele. Eu passei varios dias tendo espasmos involuntários pelo corpo todo, por causa desse medicamento que junto com os outros eu tomava todo dia, acho que por causa dos medicamentos eu nao me liguei q os espasmos não eram normais, e eu levei injeçao desse haldol até o dia que eu comentei com o emfermeiro q cuidava do quartinho dos remédios, e ele disse que nem era para eu estar tomando esse remédio, aí que eu me toquei porque eu estava tendo as contrações involuntárias pelo corpo. Mas essa foi a forma essa dona Ester achou pra me punir. Mas isso é história e hoje estou limpo a 3 anos, não por causa da minha estada lá, mas estou limpo. Só por hoje!

Aristeu disse...

Não acredito que tenha sido punição de dona Ester, inclusive não é ela que receita medicamentos, mas os médicos que lá trabalham. Ela é enfermeira, certamente aposentada, que é dona do estabelecimento. Eu já fui usuário de Haldol quimicamente conhecido por Haloperidol e realmente ele afeta cada um de uma maneira, mas com a finalidade de restabelecer o quadro. Você, último anônimo, ficou com espasmos e eu fiquei vendo fantasmas. Até o enfermeiro que me veio trazer comida eu o enxerguei como se fosse o próprio Satanás e lutei com ele. No estado em que se encontra o mundo é diferente do que vemos, ouvimos ou imaginamos.

Anônimo disse...

qualque um aki que visitar a clinicar ,basta chamar um paciente,perguntar num cantinho oque ele axa,se ele gosta do tratamento?.basta perguntar a qualquer paciente .mais de 60% estao insatisfeito com o tratamento.

Anônimo disse...

engraçado,qual a posição da clinica em relaçao aos suicidios ja acontecidos no local,tais como o enforcamento do amigo thiago,e outras dezenas de historias de tentativas,algumas que inclusive deram certo.
parece muito comum tambem o envolvimento de funcionarios com pacientes.que inclusive ja gerou ate casamentos que se manteem firmes ate hoje.

Anônimo disse...

Estive internado lá em 2005 e realmente teve um rapaz que tentou o suicídio na escadaria do dormitório masculino, durante a madrugada, e não sei se conseguiu. Lembro-me bem de ouvir uma gritaria, mas por estar extremamente dopado no momento achei que era um sonho ou não consegui me levantar, fato é que naquele momento não consegui sequer levantar da cama. Tava doidaço com os remédios religiosamente ministrados após o último lanche da noite. Era um rapaz de uns 19, 20, 21 anos, no máximo que tinha sempre um violão a tiracolo, de poucas palavras, quase não falava e havia chegado na clínica a pouco tempo, por isso não me lembro bem o nome dele. Lembro sim que momentos antes de deitar, sentados nos banquinhos que ficam na entrada do dormitório, estavam todos os internados conversando aguardando esse último lanche, que consiste em bolachas de água e sal e um chazinho, além do coquetel de drogas pré-sono. Ele estava quieto, como sempre e não demosntrava nenhum sinal do que viria a acontecer. Sei que ele dividia o quarto com um rapaz, gente boa, não me lembro o nome, que foi quem tentou ajudá-lo naquele momento e de quem ouvi os gritos, que só na manhã fui entender que não se tratava de um pesadelo. Realmente lá há uma super administração de drogas, eu mesmo certa vez fui participar de uma das reuniões que acontecem durante o dia, dinâmicas, e estava tão dopado que quando chegou na minha vez de me pronunciar dormi falando. Tive que ser levado ao quarto e só acordei a noite. Acredito que esse local deva ser melhor observado ois não acho normal, muito menos producente, se tratar dependentes químicos ou não, com tanta droga o dia todo, o lado do tratamento psicológico fica negligenciado simplesmente porque não há a menor possibilidade de alguém se curar de alguma coisa completamente doidão.

Anônimo disse...

Fiquei feliz com localizei uma pagina falando sobre a Mansão Vida, pois fui hospede nesta Clinica, sendo muito bem cuidado. Estou limpo a cinco anos e vinte e um dias. Só tenho que agradecer toda a equipe.

Anônimo disse...

O nome apropriado para aquilo ali é "Mansão Morte". Um lugar "pesado": que fornece uma experiência tal, cujo fim que o indivíduo passa a vislumbrar é o de que vai perder completamente o juízo!

Anônimo disse...

Os comentários que dizem ser a clínica um exemplo para o tratamento psíquico são, sem dúvida, na maior parte, comentários destinados a enganar. Provavelmente de pessoas da direção da clínica, que tratam os pacientes como coisas que devem ser lobotomizadas e transformados em "vacas leiteiras", de onde a clínica vai "mamar" até um familiar criar coragem de tirar o seu parente de lá.

Anônimo disse...

O comentário de 16 de novembro de 2012, às 21:25h é simplesmente cômico: "que trabalham aqui" é demais!

souvenir disse...

Esse povo rebelde é engraçado... faz, acontece e não quer tomar HF??? Lá é bom sim! Aposto que as essas que estão reclamando são tudo um bando de DQ! Mas sabe o que eu penso sobre eles? São derrotados que não querem aceitar o tratamento. Eu tive depressão durante a gravidez e fui internada lá. Aceitei o tratamento e me saí muito bem de lá. O único problema da mansão vida é que há uma mistura de pacientes, todo tipo de paciente juntos, Havia um cara internado lá que tinha matado a namorada e comido a carne dela. (Foi o que eu ouvi dizer) Uma senhora que havia matado o marido e logo depois ficado louca, Mas eu acho que foi a filha dela pra ficar com a grana. O que eu sei é que nenhum paciente pode ter informações sobre outro paciente, mas os que estão lúcidos convivem e comentam uns dos outros. Conheci muita gente bacana e outras que não valeram a pena conhecer. Infelizmente por teimosia minha me envolvi com um DQ. esperei o tratamento dele terminar, e fui morar com ele. Não sei se por culpa da clínica, mas acho que por culpa dele que ficava sempre se vitimizando e falando mal sobre a clínica, até pq acho que ele não aceitou o tratamento, não quis se libertar do crack. Me ofendeu e ofendeu a minha família, roubou, usou drogas e me bateu por eu não querer ter relações sexuais com ele. A PIOR MERDA QUE EU FIZ NA MINHA VIDA FOI TER ME ENVOLVIDO COM UM DQ QUE FOI INTERNADO NA MANSÃO VIDA. Pessoas que não querem se tratar e sair das drogas nunca saem! O tratamento para um DQ só é válido qdo a pessoa quer e tem força de vontade,

Anônimo disse...

Fiz estágio na referida clínica e diante das demais alternativas, a Mansão Vida oferece a melhor alternativa para os que buscam tratamento para transtornos psiquiátricos (no qual inclui alcoolismo, dependência de drogas, entre outros). Algumas vezes é necessário cuidado com as visitas, porque o paciente tende a influenciar os parentes para que o tirem da internação. Durante meu estágio conversei com os pacientes, os dependentes de crack nos deram uma grande lição de vida e relataram a dificuldade de livrar-se do vício. Realmente, os pacientes ficam todos juntos independente da patologia, não há a área dos esquisofrênicos, suicidas, depressios etc. Isso ocorre para preservar o paciente, cabendo a este contar aos outros pacientes o motivo de sua internação, se for de sua vontade. Visite a unidade, converse com os funcionários mas não desista de ajudar o outro ou a si mesmo.

Anônimo disse...

As opiniões favoráveis àquela clínica partem de funcionários da mesma ou de parentes cansados dos seus doentes, porque quem ficou internado lá sabe que aquilo é tudo, menos tratamento humanizado. Horrível a mansão vida. Fiquei lá e comecei a adquirir transtornos que não tinha. só consegui melhorar quando fui para outra clínica, na qual permaneço em tratamento junto ao HD.

Anônimo disse...

Anônimo ...
Li com muita perplexidade os depoimentos aqui apresentados. Fiquei imaginando como estaria o filho de uma amiga que está internado na Clínica Mansão Vida. Mas ao mesmo tempo fiz uma reflexão sobre a situação. Vamos entender uma coisa minha gente, a convivência com pessoas queridas e amadas em situações de transtornos mentais ou em uso de drogas, não é fácil. Na verdade o Estado deveria ter um trabalho em nível nacional de atendimento ou um programa como nos países como Europa e Estados Unidos. Mas como não tem precisamos reconhecer o trabalho daqueles Como esta Senhora Ester que se colocou nesta tarefa. É lógico que qualquer tratamento neste sentido deve ser complicado. No entanto, imagino que a Clínica não deve ser tão ruim assim, haja vista o número de planos de saúde convenidados à Clínica Mansão Vida. É lógico que é um processo dificil. Mas devemos não somente criticar o trabalho mas também elogiar a iniciativa e comprometimento dos profissionais desta Clínica. Imagino que depoimentos que aqui foram divulgados devem ser usados positivamente mesmo aqueles negativos. Devemos levantar os nossos olhos a Deus e pedir que o amor do Senhor Jesus possa tomar conta da Mansão Vida e de todos os pacientes que ali estão em tratamento. Graça e Paz a todos.

Anônimo disse...

Olá pessoal,
Fiquei internada na Mansão Vida e foi um terror. Completamente dopada. Fui transferida para PAX em Goiânia. Aí sim... Lá tive o melhor tratamento, pessoas efetivamente dedicadas a sua melhora. Meu psiquiatra que indicou, dizendo que é uma das poucas instituições decentes. Espero que esse comentário valha para alguém. Um abraço

blogflops disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Bom Dia! Buscando uma clínica prá internar meu pai que tá com esquisoafetivo, encontrei esse Blog falando da clínica Mansão Vida.Vou deixar reegistrado aqui, minha experiencia nessa instituição.
Meu pai teve uma crise nervosa dia 2 de abril e infelizmente às 2hs da madrugada tivemos que buscar uma clinica prá internação. Entrei no google e econtrei apenas duas em Brasilia que o convenio dele fazia a cobertura. Liguei nas duas, mas somente a Mansão Vida tinha vaga. Então fomos direto prá lá. Ocorre que cgenado lá, a clínica estava sem energia elétrica. Tudo escuro. Mas memso assim, o atendente (que se dizia enferemeiro) o recebeu, aferiu a pressão dele e o levou dizendo que seria para o leito de emergencia aonde seria medicado prá dormir. Como não tinha energia (minha grande sorte ou a mão de DEUS)não foi possivel realizar os procedimentos para liberação do seu Plano de Saúde. Fiquei de retornar no dia seguinte. Me pediram as roupas dele, mas não sei por qual motivo, eu não quis deixar. Falei que como teria que retornar quando o dia amnhecesse, eu traria tudo arrumadinho, pois peguei no improviso algumas peças, em função da pressa com a qual tivemos que sair de casa como ele em surto. O deixamos e fomos prá casa descansar. No dia seguinte, fui acompanhada do meu esposo, realizar a parte burocrática (convenio de saúde e entender as regras da clinica sobre os dias de visitas, etc, etc...Foi aí, que deparei com o HORROR! Na entrada já assustei com as pessoas. Pareciam um monte de zumbís. Mas enfim..Eram pessoas em tratamento. Chegando na recepção, solicitei antes de oficializar financeiramente, a internção, a presença de um representante da clinica para tirar minhas dúvidas. Apareceu a tal "ESTER" se apresentando como proprietária. Foi muito gentil prá nos dar as boas vindas. Então comuniquei que eu precisava conhecer os alojamentos para que eu pudesse ficar mais traquila prá deixar o MEU PAI alí. PASMEM!!! Ela disse que não era permitido. Os familiares apenas tinha acesso a recepção. Fiquei desconfiada e o meu esposo também. Pedí então que o trouxesse para eu ver. Eles hesitaram, mas viram que u não sairia dalí, se não me atendessem. E lá vem meu pai, subindo uma rampa puxado pleo braço. Fiqueii muitoooooooooooooooo chocada com o estado dele. Completamente atordoado com o sofrimento estampado em seu rosto triste e desesperado. Meu pai estava sujo e fedido. Nem sei se ele comeu durante as 10 horas que ele ficou lá. Nem conversei mais nada. Fquei em siliencio.Chorei muito com o meu esposo. Me dirigí a recepção (a mesa que faz as internações) e comuniquei: vou desinterná-lo. Meu pai merece um tratamento numa clínica dígna, que trata o ser humano com descência e humanidade. Tentaram de todas as formas me convencer a fazer o contrário. Mas eu não sou burra e nem manipulável. Tenho discernimento. Saí dalí absuramente horrorizada e indignada. Como é que um lugar daquele ( o inferno na terra) pode ainda está aberto e funcionando??? Tive pesadelos a noite inteira. Meu esposo está muito revoltado. Será que tem alguma forma de denunciarmos para que o Ministério Público vá até lá fazer uma vistoria?? A MANSÃO VIDA É VERDADEIRAMENTE O INFERNO NA TERRA. Não tem transparencia com os familiares das pessoas que estão ali, buscando acolhimento, conforto e tratamento da alma.

Anônimo disse...

Estou limpa a 3 anos era usuaria de Crack e tenho muito que agradecer a Mansão Vida e seus profissionais pelo empenho em minha recuperação.

Anônimo disse...

Estive internado duas vezes na Mansão Vida.
Sou grato pois hoje estou terminando minha Faculdade de Educação Fisica, pois apos a minha internação estou limpo até hoje.
Agradeço a Deus todos os dias pela EXISTENCIA DA MANSAO VIDA.

Anônimo disse...

Discordo de alguns posicionamentos. Nenhuma clínica para tratamento de dependentes químicos é perfeita. As melhores pessoas para tratar de um familiar somos nós mesmos. Porém, por mais amor e conforto que podemos dar, não fomos treinados para isso. Por isso procuramos clínicas especializadas. Internei meu marido há dois meses e apesar de não ter conhecidos na clínica fui muito bem recebida pelos enfermeiros, psicólogos e médicos. Pedi para ver as instalações e fui atendida. Até o momento não tenho nada a reclamar. Sou informada de tudo o que acontece com meu marido, faço as visitas e percebo nos outros internados sinal de aproveitamento. Espero não me decepcionar, mas achei que deveria comentar o que realmente tenho vivido. Me sinto impotente para curar meu marido e no momento, em Brasília, esse é o melhor lugar.

Anônimo disse...

Se a sua intenção for prejudicar totalmente um parente ou "ente querido" seu, basta internar nessa clínica. O sujeito vai ser torturado, alienado, preso, e ficará desgraçado e traumatizado pelo resto da vida.
Aí você poderá manipulá-lo da forma que você quiser, seja seu filhinho de trinta anos, seja sua vó de 70, pois essa pessoa não terá mais possibilidade de ter uma vida.

Anônimo disse...

O lugar é uma verdadeira casa do horror. E vou mais longe, falta preparo do pessoal, condiçoes administrativas pessímas e a clínica só permanece aberta por meio obscuros com os políticos locais, caso contrário já teria sido fechada pela saúde pública. A propaganda é enganosa, os familiares são ludibriados com informações falsas.

Anônimo disse...

É claro que achar a clínica um lugar maravilhoso dependerá do referencial, tanto de lugar como de conhecimento da pessoa que o cita. A clínica não possui uma estrutura de avaliação adequada e é dura e rígida com os pacientes. A mistura de pacientes com dependência sem crimes com pacientes já condenados pela justiça é grave e pode ser perigosa, a mistura de casos graves de esquizofrenia com alcoólicos em estágios menos graves é prejudicial ao tratamento. Dona Ester pode estar cheia de boas intenções, o que não acredito, mas clínica é péssima, é horrível e precisa de melhorias drásticas para se considerar uma clínica de bom nível que recupera dependentes químicos, haja vista que não há um acompanhamento para saber se tal recuperação foi eficaz ou surtiu algum efeito. A clínica cumpre seu papel no isolamento e dopagem dos pacientes, faz reuniões terapêuticas em grupo duvidosas e avalições individuais psiquiatras com alguns bons médicos e com outros péssimos sem a mínima qualificação para o cargo. A clínica aplica castigos severos com isolamento em uma casa sinistra onde os pacientes ficam amarrados, onde pessoas gritam a noite toda, não possibilidade para o questionamento, ele sempre será refutado com sua incapacidade para raciocinar e caso insista o paciente é prontamente dopado. Alias remédio lá é um caso sério, não há controle adequado das doses que são ministradas e depois que sair o paciente ficará por sua conta e terá que fazer o desmame só ou com outro médico. O controle da higiene do local é horrível. O lugar é extremamente comercial, apesar de negar isso com veemência. Caso alguém ainda possua desconfiança quanto às competências médicas e esteja na dúvida em internar seu ente querido nesse lugar macabro, sugiro pegar a lista com os nomes dos médicos, psicólogos e psiquiatras e fazer uma pesquisa junto ao Conselho Regional de Medicina.

Anônimo disse...

Meu namorado foi internado nesta clinica no final do ano passado por seus irmãos, por diagnostico de depressão e dependência química. Foi transferido para a Comunidade Vida no mês passado.. La dizem q a visita só pode ser no segundo domingo de cada mês. Segundo seu irmão ele não teve nenhuma melhora, Isto me preocupa, pois como uma pessoa pode ficar confinada e sem contato com o mundo externo por três meses , e sendo medicada não apresenta nenhuma melhora. E o pior, não pode receber visitas. Ainda não estive com ele desde da internação e me preocupo com os métodos que possam estar usando em seu tratamento. Se alguém souber como funciona a Comunidade Vida me fale por favor! Fui informada que o tratamento la e diferente da Mansão Vida.

Anônimo disse...

Mansão Morte é um manicômio do modelo antigo. Dopam os pacientes por tempo indeterminado e não existe nenhum tipo de terapia eficaz. Procurem outras clínicas se realmente estão querendo tratamento. Mansão Vida é para quem quer abandonar pessoas.

Anônimo disse...

Lixo de Clinica!!! Td q ia escrever está nos relatos acima, quem falou bem dessa clinica deve funcionários ou pessoas compradas pelo manicômio Mansão vida. NÃO CONFIEM NESSA CLINICA ELES USAM A FRAGILIDADE DA FAMÍLIA PARA GANHA DINHEIRO.

Anônimo disse...

Quem diz que la e ruim, deveria conhecer a clinica recanto,
isso sim e horrível, a pessoa sai de lá pior do que quando entrou.

Anônimo disse...

Na mansão "vida", meu namorado Thiago,teve um encontro com a morte. Mansão MORTE. Thiago cometeu suicídio nessa clínica qndo estava internado durante o tratamento. inferno na terra. Alcoólatras, dependentes químicos, esquizofrênicos, depressivos, do usuário de maconha até o usuário de crack, todos juntos no mesmo ambiente, todos viram o desespero de thiago e nada puderam fazer, pq todos estavam como zumbis, dopados. Nunca teremos paz, sonhos e planos dilacerados, o fim de toda uma família. Ainda buscamos respostas, justiça.

justiça urgente disse...

Coitado de quem trabalha lá, se submisso essa tal dona ester, é maluca precisa ser tratada , mansão vida precisa ser fechada.

justiça urgente disse...

Coitado de quem trabalha lá, se submisso essa tal dona ester, é maluca precisa ser tratada , mansão vida precisa ser fechada.

Anônimo disse...

Essa clínica é um lugar horrível e só sobrevive por conchavos com políticos locais e por causa dos convênios, ou já teria sido fechada pela saúde pública. Não aconselho a internarem seus entes queridos nesse lugar a não ser que queiram puní-los. Péssima clínica com profissionais despreparados.

Laromana massas BSB disse...

Temos uma amiga que indicaram essa clinica para ser internada lá, gostaria de saber se tem algum tipo de terapia Religiosa? Fiquei muito preocupada com os comentários, tem algum que ficou lá mais recente que possa nós ajudar? Seria na Clinica do Riacho Fundo II. Obrigada!!

Anônimo disse...

Ac

Camila disse...

Eu comcordo com vc e isso tudo mesmo

Camila disse...

Eu tive la nessa epoca eu lembro que ele pediu pra sair pra fazer uma prova pra mae dele pois ester disse que ele nao poderia sair ele ficou muito chateado ele tinha um relacionamento com uma garota ele nem comeu essa noite ele falou pra mim e pra ela nao vou mas viver essa vida ele foi enternado por causa da maconha eu nao lembro o nome mas lembro os homem em cima e as mulher em baixo foi no plantao da cida ele ce matou com um pano amarrou na escada o tratamento e parecido de choque muitos ce engana com a beleza de la mas so quem sabe e quem passou

Camila disse...

Eu sei quem e voce e lembro dele e de vc foi triste

Camila disse...

Eu sei quem e voce e lembro dele e de vc foi triste

Camila disse...

Eu tive la nessa epoca eu lembro que ele pediu pra sair pra fazer uma prova pra mae dele pois ester disse que ele nao poderia sair ele ficou muito chateado ele tinha um relacionamento com uma garota ele nem comeu essa noite ele falou pra mim e pra ela nao vou mas viver essa vida ele foi enternado por causa da maconha eu nao lembro o nome mas lembro os homem em cima e as mulher em baixo foi no plantao da cida ele ce matou com um pano amarrou na escada o tratamento e parecido de choque muitos ce engana com a beleza de la mas so quem sabe e quem passou

Camila disse...

Eu comcordo com vc e isso tudo mesmo

Anônimo disse...

gostaria de saber se existe uma forma de reunirmos forças para divulgar o horror desse lugar. Fomos induzidos pelo hospital para internação do meu primo nesta clínica depois de um surto. Por ignorância mesmo não percebemos do que na verdade se trata. Os internos não podem receber visita, apenas aos domingos e ninguém tem acesso ao local onde ficam confinados. Ligações são possíveis apenas para falar com os enfermeiros que sempre dizem a mesma coisa: "está bem". Tínhamos que esperar que o levassem até a recepção para falarmos com ele. Portanto ninguém sabe o horror que deve ser "lá embaixo". Todos os depoimentos acima coincidem com tudo o que ele disse sobre o tratamento lá. Retirei hoje meu primo, sem ter direito a um laudo médico, não sei quais foram os medicamentos que tomou, não consegui falar com os psiquiatras que mudavam o tempo todo. Sei que ele tentou fugir, foi derrubado e amarrado durante horas. Me sinto envergonhada por não ter entendido a verdadeira intenção desse lugar e gostaria de poder fazer algo para desmascarar a tal Ester.

Anônimo disse...

Fui internada em 2007. Tenho traumas até hoje. Dopada até fazer xixi na cama e derramar a comida da boca. Fora a ilegalidade da internação, que só não levei à discussão judicial por conta da família. Não há melhor palavra para definir a mansão. É um manicômio mesmo.

Anônimo disse...

Boa tarde... alguém sabe me responder se essa clínica é a mesma que agora se encontra no Riacho Fundo II (a unidade feminina)?

Anônimo disse...

A Mansão Vida agora conta com a Unidade Feminina no Riacho Fundo 2; Unidade Masculina, Comunidade Terapêutica e Unidade Geriátrica no Santo Antônio

Anônimo disse...

ali é o inferno... ali mora o mal...

ANONIMO disse...

A Mansão Vida será o início do fim da sua família. Não se engane com as falsas palavras dos que estão ali somente pelo lucro. Seu familiar será apenas uma fonte de dinheiro. Do seu desespero eles se aproveitam. 45 dias na casa em Santo Antonio do Descoberto é o indicado primeiramente. HA esperança, dirão no inicio. Perto do fim deste prazo, dirão que não é suficiente, que houve piora. Mais 6 meses na comunidade. Te fazem acreditar que é o melhor. Seu parente é amarrado. Dopado. Humilhado. No dia da visita estará tudo bonito e arrumado, mas você não pode ir la dentro ver. Só por fora. No dia a dia tem fezes pelas paredes. Gente Gritando e chorando e ate suicídios e morte inexplicadas. Você não escuta seu parente, porque te disseram que ele ira tentar te manipular para voltar para a droga ou para sair. Após 6 meses, talvez saia se não te convencerem que ele deve ser transferido agora para São Paulo. Não aceitou o tratamento, dizem. Mais 1 ano lá em São Paulo. Dizem que é necessário. Dizem que é o melhor. INSTITUCIONALIZADO! Seu parente ficará psicologicamente irrecuperável. É recomendado uma bomba de remédios. Fora da instituição, seu parente percebe que todos estão recomendados a vigia-lo, para que volte em caso de deslize. Até uma discussão é motivo. Te dizem que ele é manipulador. Que ser manipulador é característica da doença que dizem incurável e progressiva. Que você é codependente. Assim eles te colocam contra seu parente. E ele volta para lá. E o ciclo nunca termina. Virá a separação da tua família. A morte do amor familiar. A depressão. A morte. Veja o filme "Bicho de sete cabeças". Veja o documentário dos manicômios em Barbacena. Escute seu parente. Procure a Deus. "Maldito é o homem que confia no homem". Não confie no pessoal da Mansão Vida. Veja que você nunca saberá o que la dentro aconteceu. LEVE O LAUDO PARA SER AUDITADO NO SEU PLANO DE SAÚDE.

Anônimo disse...

Concordo com você, não damos conta. A gente ama a pessoa mas o que eles fazem não somos obrigadas a amar. A opção de drogas é pessoal. As internações dependem dos médicos. Conheço alguns, e outros não gosto porque sei que não tem ética alguma.

Anônimo disse...

Quem não quer ir que se trate. Usuário de drogas num tem que ser mimado não. Eles procuram as drogas, eles vão atrás do problema. Agora pacientes com transtornos sim, devem ser tratados com carinho e vi isso lá porque quem sofre de transtorno mental num pediu pra vir assim não, agora usuário de droga vai atar do problema.. Ninguém quero ir , então façam por onde. Tratem aqui fora, vão fazer acompanhamento médicos rotineiros pra evitar de precisar da família internar, porque ninguém é obrigado a cuidar de usuário de droga. Privar a família, os filhos de ter uma vida plena pra ficar correndo atrás de drogado. Num quer internar então vão usar a droga no inferno.

Anônimo disse...

H

Anônimo disse...

Estive internado la este ano de 2017 por 40 dias lugar pessimo comida regrada raramente boa e agora ajuntaram homens e mulheres e as mulheres entram primeiro nas refeiçoes e o que sobra os homens comem,a mesa onde é servido o tal lanche da noite,bolacha agua e sal na maioria das vezes,parece de porco uma mesa velha de madeira com pregos enferrujados,isso no alojamento masculino. Tem um enfermeiro la que trab a noite um tal de Joaquim que trata todo mundo com ignorancia ja chega com raiva.Quem tiver apenas depressao nao va para la,primeiro vao te por no ps onde so tem louco que ficam gritando o tempo todo e apos algum tempo pode ser que te mandem para um alojamento onde tem gente com Aids,Pedofilo e cumprindo pena por homicidio.O pessoal da Administraçao so te trata bem qdo vc ta com visita depois so ignorancia e descaso.Eu passei por um tal clinico la um tal de pain ,estava com minha boca cheia de afta sem conseguir comer ele me passou um remedio que nunca me deram sarei e nao vi esse remedio e isso acontece demais,os pacientes tem doenças consultam mas o remedio raramente chega pq la nao é o que o medico passa mas o que tem na tal farmacia de la e pra finalizar que nao fuma e for pra la ta enrilado pq la todos fumam e vc fica impregnado de tanta fumaça,de manha os cigarros sao distribuidos....

Anônimo disse...

Boa tarde! estou escandalizada com os depoimentos negativos sobre a casa. meu ex marido está internado na casa. esta la há uns 15 dias. Não sei como está, pois como estou com medida protetiva não me aproximo dele por nenhum meio. mas estou grávida dele de 4 meses. estou estarrecida pelos testemunhos. Não sei até aonde são verdadeiros ou exageros, mas fiquei por demais preocupada. acredito que as experiências negativas têm que ser indicadas ao ministério público, para uma visita ao local. visita sem agendamento. o MP tem o poder de fiscalizar e averiguar o que realmente está acontecendo no local.apesar de estar separada fiquei preocupada com a integridade dele. se tudo isso for verdade, por favor, acione o MP.

Anônimo disse...

Anônimo dia 31 de outubro como está o seu marido hj? Conseguiu cumprir o tempo de internação? Conseguiu sair do vício?

Lia disse...

Meu Deus!!! Se tudo isso for verdade então esse lugar deveria estar fechado.

Postar um comentário