terça-feira, 11 de maio de 2010

Coração Verde-Amarelo ou Rubro-Negro?


A vocação de convocar

Sei muito de futebol
Como todo brasileiro.
Tive meu lugar ao sol
Como grande peladeiro.

Era eu irresponsável
Que mal sabia chutar.
De vez em quando improvável
Com passes de calcanhar.

Meu veloz pensamento
Num corpo sem coordenação
Acabava sendo o centro
De tudo quanto é gozação!

O último a ser escolhido
Mesmo como dono da bola
O que me deixava atrevido,
Mas sempre o mesmo patola!

Tinha na perna um defeito
Naquela que não chutava
Era então lateral direito
E perto da saída ficava.

Havia meu comprometimento
Com o relaxo e alegria.
Manco, gordo e lento...
Não sei como me engoliam

Eu sempre soube escalar
Todas nossas seleções.
Em todas cabem Neymar
São cem milhões de opiniões.

Gaúcho e Ganso é brincadeira.
Diz o Gerson e diz o Neto.
Toda a Pátria de chuteira
Quer no time predileto.

Mais a ZANGADO cheira
O DUNGA Carlos Caetano.
Anão do Ricardo Teixeira,
Nosso MESTRE soberano.

Em nuvem BRANCA DE NEVE
Vão nos pregar mais um conto.
A Copa pode ser breve
E só termos três confrontos.

Quanto dinheiro que rola!
A FIFA é até mãe do PAC.
Pra ser sede se rebola:
Ela escolhe nosso ataque!

Antes do dia da convocação
Eu nem uma SONECA tirei.
Nos faria FELIZ o mudo anão?
ATCHIM! Em claro resfriei.

Sou DENGOSO e posso explicar
De onde vem todo este dengo
Se coubesse a mim convocar
Punha a amarelinha no Mengo!

4 comentários:

natal fernando disse...

Sua resposta está na última linha. Começou bem a poesia, eu até estava gostando, mas quando chegou na última linha, o senhor jogou a bola pra fora...

Aristeu disse...

Meu grande amigo Natal,
Quero agradar à maioria.
Pra que eu faça outro final
Iria abaixo a democracia.

natal fernando disse...

Meu grande amigo Aristeu,
Se a tua razão é a democracia
O povo fica na copa e no time teu
Mas é bola fora em demasia...

Marcos disse...

Não desiste nunca o brasileiro
e Dunga o hexa até que tenta
mas com tanto volante e zagueiro
conduzirá o Brasil ao penta.

Postar um comentário