sexta-feira, 13 de junho de 2014

A todos os órfãos, principalmente o Antonio Marcos



Novo endereço

Meu amigo, as leis naturais cumprem-se nos tempos devidos. É de grande apreço este desejo em querer burlá-las, mas o bem maior é o propósito.
Pessoas tão distintas que dedicaram a nós, por pleno amor tão somente, todo o seu tempo, conhecimento ou virtudes, não deveriam partir assim tão de repente,
após quase oito décadas de bons serviços prestados. A impotência nos põe para refletir no que poderíamos ter feito para prolongar os dias do ser tão querido.
Nada, apenas ter correspondido ao zelo dedicado já lhes terão garantido uma ascensão mais tranquila na eterna viagem.
Filhos, como você e suas irmãs, são passaportes carimbados de uma missão tão grandemente cumprida de povoar a terra com o bom fruto.
Seu Antônio e Dona Teresinha, nunca sós, expressões confirmadas de humildade, caráter, trabalho profícuo e boa-vontade, agora diante à família espiritual,
não estão em brancas nuvens, mas no labor onde o cansaço, a dor ou a descrença não fazem guarida contra a evolução e o progresso, tesouros que traças não comem.

2 comentários:

Rafael Kesler disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jornal Observatório de Araguari disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário